Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Sífilis Congênita
Início do conteúdo da página

Sífilis Congênita

Publicado: Terça, 08 de Março de 2016, 21h54 | Última atualização em Sexta, 07 de Junho de 2019, 09h49 | Acessos: 37931

É uma doença infecciosa causada pela bactéria Treponema pallidum. Podem se manifestar em três estágios. Os maiores sintomas ocorrem nas duas primeiras fases, período em que a doença é mais contagiosa. O terceiro estágio pode não apresentar sintoma e, por isso, dá a falsa impressão de cura da doença.

Todas as pessoas sexualmente ativas devem realizar o teste para diagnosticar a sífilis, principalmente as gestantes, pois a sífilis congênita pode causar aborto, má formação do feto e/ou morte ao nascer. O teste deve ser feito na 1ª consulta do pré-natal, no 3º trimestre da gestação e no momento do parto (independentemente de exames anteriores). O cuidado também deve ser especial durante o parto para evitar sequelas no bebê, como cegueira, surdez e deficiência mental.

 

 Mais informações sobre Sífilis Congênita

 

 Ficha de notificação/investigação

 Instrucional de preenchimento da ficha de notificação/investigação

  Dicionário de Dados

  Nota Informativa - 30/10/2017

 
Dados epidemiológicos e estatísticas

Tabulações de dados

 

CONTATO

Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis

SRTVN 701, Via W5 Norte - Ed. PO 700, Brasília/DF. CEP: 70.723-040

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Telefone: (61) 3315-8918

registrado em:
Fim do conteúdo da página