Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Epizootia
Início do conteúdo da página

Epizootia

Publicado: Terça, 08 de Março de 2016, 20h43 | Última atualização em Terça, 07 de Março de 2017, 15h50 | Acessos: 8481

É um conceito utilizado na saúde pública veterinária para qualificar a ocorrência de um determinado evento em um número de animais ao mesmo tempo e na mesma região, podendo levar ou não a morte. As principais são: Dengue, Febre Amarela, Febre do Nilo Ocidental, encefalite de Saint Louis, Mayaro, Oropouche, Chikungunya e Encefalites Eqüinas. A vigilância em epizootias, mais especificamente em primatas não humanos, tem como objetivo a prevenção de casos humanos de febre amarela através da identificação precoce da circulação viral na população de macacos mortos ou doentes (vigilância passiva) (http://www.visa.goias.gov.br/pagina/ver/8703/epizootias).

 

 Mais informações sobre Epizootia 

 Guia de vigilância de Epizootias em primatas não humanos

 

Instrumentos para registro e análise

 

 Ficha de notificação/investigação

 Dicionário de Dados

 Caderno de análise (* em breve)

 

Dados epidemiológicos e estatísticas

 

Tabulação de dados

Indicadores Epidemiológicos (* em breve)

Banco de Dados (TABNET) (* em breve)

 

CONTATO

Contatar a área responsável pelo agravo relacionado ao animal ou grupo de animais encontrados doentes e/ou mortos, incluindo ossadas (ex.: primatas não humanos e febre amarela).

registrado em:
Fim do conteúdo da página